Saltar para o conteúdo

O que é obsolescência programada?

O modelo produtivo e a economia mundial baseiam-se na produção das empresas e na aquisição desses bens ou produtos pelos consumidores, sejam elas outras empresas ou indivíduos. Quando falamos de eletrodomésticos, eletrônicos, veículos e até máquinas industriais ou seus componentes, parece que assumimos que a vida média desses dispositivos será muito menor do que anos atrás e que precisaremos renová-los em um período específico. Hoje, quando compramos uma geladeira ou uma máquina de lavar, quase certamente não o seremos por toda a vida. Também com um dispositivo eletrônico, onde o exemplo mais claro que temos no celular.

E por que isso acontece se temos mais tecnologia e meios para fabricar melhores equipamentos? A causa é obsolescência programada, ou seja, alguns equipamentos são fabricados sabendo que eles falharão ou deixarão de funcionar de maneira ideal em um período específico.A obsolescência é programada para fabricar deliberadamente um produto com prazo de validade, mas eles não indicam data. Além disso, quando o reparo é possível, o alto custo disso faz com que o consumidor opte por não repará-lo e comprar um novo.

A existência de obsolescência programada é um fato e levanta três questões importantes. O primeiro é pensar se é legal programar o dispositivo para parar de funcionar; Uma segunda pergunta é: esse é lucrativo a longo prazo para as empresas? E o último, esse modelo é sustentável e socialmente aceitável?

A legalidade da obsolescência planeada

Surpreendentemente, não há legislação em nível europeu ou nacional que proíba expressamente a obsolescência planejada. As propostas ou iniciativas legislativas são direcionadas ao fabricante, incluindo informações sobre a meia-vida do equipamento, custos de reparo etc., o que tornaria mais fácil para o consumidor decidir se o compraria ou não. Algumas vozes indicam que uma legislação muito severa a esse respeito poderia causar um freio à capacidade de inovação das empresas. Sobre isso, um amplo debate seria aberto. De nossa experiência como fabricantes de sistemas de transportadores (rolos, correias transportadoras, etc.), a confiabilidade, a robustez e a segurança de qualquer equipamento fabricado ou de sua instalação são os principais objetivos. Portanto, não há lugar para obsolescência programada.

A obsolescência programada para uma empresa é lucrativa?

Isso pode ser uma questão controversa, pois a origem da obsolescência programada é provocar no consumidor a necessidade de comprar um novo dispositivo e, portanto, aumentar nossa rotatividade. Mas aqui você tem que fazer algumas nuances. Pode ser rentável se avaliarmos apenas as contas de resultados de dois ou três anos, mas o que acontece a longo prazo? Se o consumidor souber (ou pensar, porque geralmente acontece assim) que um dispositivo ou aparelho eletrônico nos interromperá em um tempo indeterminado, mas mais cedo ou mais tarde, não tenderá a comprar o mais barato? O produto fabricado não perderá valor? Não teremos que produzir mais para compensar a necessidade de baixar o preço?

Também podemos levantar a questão de outro ponto de vista: é lucrativo lutar contra a obsolescência planejada? É sim. Uma marca ou fabricante cujos produtos são confiáveis ​​e duráveis ​​terá muito mais prestígio e valor para os consumidores. Obviamente, sempre haverá elementos que requerem substituição quando eles atendem a um certo número de ciclos de trabalho, mas essa renovação não estará relacionada a uma fabricação defeituosa de propósito, que é o que é chamado de obsolescência programada.

O uso da obsolescência programada é insustentável do ponto de vista de danos ao meio ambiente

A obsolescência programada é totalmente insustentável do ponto de vista da proteção ambiental e dos efeitos climáticos. Muitos especialistas já indicam a impossibilidade de reverter os efeitos climáticos de um modelo de uso e de consumo, sendo otimistas que estamos no limite do ponto de não retorno, mas podemos modificar a maneira de produzir. No âmbito da União Européia, já estão em andamento medidas que promovem mudanças nos sistemas de economia circular. A economia circular busca otimizar recursos, reduzir a necessidade de matérias-primas, promover a reutilização, a redução de resíduos e a reciclagem adequada para reintroduzi-las no sistema de produção.

Conseguir um sistema produtivo sustentável no qual a obsolescência planejada não seja uma opção de modelo de negócios requer a conscientização social dos consumidores e fabricantes e legislação adequada a esse respeito.

Compartir:
Otras entradas:
Roltia

Cómo optimizar la eficiencia de los transportadores de banda en la industria minera

O modelo produtivo e a economia mundial baseiam-se na produção das empresas e na aquisição desses bens ou produtos pelos consumidores, sejam elas outras empresas ou indivíduos. Quando falamos de eletrodomésticos, eletrônicos, veículos e até máquinas industriais ou seus componentes, parece que assumimos que a vida média desses dispositivos será muito menor do que anos … Ver más

Blog categoria
Ver más
Roltia

¿Cómo funcionan los caminos de rodillos?

O modelo produtivo e a economia mundial baseiam-se na produção das empresas e na aquisição desses bens ou produtos pelos consumidores, sejam elas outras empresas ou indivíduos. Quando falamos de eletrodomésticos, eletrônicos, veículos e até máquinas industriais ou seus componentes, parece que assumimos que a vida média desses dispositivos será muito menor do que anos … Ver más

Blog categoria
Ver más
Roltia

La mejor opción antes que reparar: cuidar la cinta transportadora

O modelo produtivo e a economia mundial baseiam-se na produção das empresas e na aquisição desses bens ou produtos pelos consumidores, sejam elas outras empresas ou indivíduos. Quando falamos de eletrodomésticos, eletrônicos, veículos e até máquinas industriais ou seus componentes, parece que assumimos que a vida média desses dispositivos será muito menor do que anos … Ver más

Blog categoria
Ver más
Roltia

El secreto de la logística postal: rodillos de transporte motorizados

O modelo produtivo e a economia mundial baseiam-se na produção das empresas e na aquisição desses bens ou produtos pelos consumidores, sejam elas outras empresas ou indivíduos. Quando falamos de eletrodomésticos, eletrônicos, veículos e até máquinas industriais ou seus componentes, parece que assumimos que a vida média desses dispositivos será muito menor do que anos … Ver más

Blog categoria
Ver más
This site is registered on wpml.org as a development site. Switch to a production site key to remove this banner.