Saltar para o conteúdo

O que é uma cinta transportadora? Principios de funcionamento

As cintas transportadoras junto com os transportadores de rolos têm uma função fundamental para uma movimentação eficiente de todo tipo de materiais ou mercadorias dentro de uma unidade de produção, de um armazem industrial ou qualquer empresa logística.

O que são e como funcionam as cintas transportadoras?

As cintas transportadoras, tambem conhecidas como transportadores de bandas, utilizam-se para movimentar mercadoria e productos que requerem uma maior estabilidade ou que debido ao seu tamaño ou carateristicas não é possivel transportar com transportadores de rolos. As bandas podem atuar como pontos de processamento desde as que se opera sobre os artigos ou productos que movimentam-se nelas.

O funcionamento de uma cinta transportadora em constante movimiento de um suporte físico continuo, a banda ou cinta, montada sobre umas plataformas de dimensões variáveis e qe podem contar com distintos tipos de acessórios (guias laterais, topos, desviadores, guias, rodas e outro tipo de acessórios pneumáticos ou mecánicos). A velocidade e capacidade de carga dependem tanto das carateristicas do material a transportar (pó, granulado, caixas, etc.) como do tipo de cinta transportadora.

Ainda que o seu principio básico de funcionamento possa parecer simples (o movimiento de uma banda conforme o girar dos tambores que por sua vez são acionados por o motor); O sistema de uma cinta transportadora utilizada na industria é bastante mais complexa e leva emparelhado um importante desenvolvimento tecnológico com aplicações técnicas realmente innovadoras.

Começamos a descrever os três componentes básicos…

  1. A cinta ou banda

 

Um dos principais materiais utilizados é a tela engomada mas pode ter uma composição muito variável, principalmente devido à borracha. Tambem pudemos encontrar bandas modulares plásticas, fabricadas em poliéster, PVC, poliamida, acetal, etc. Isso permite dispor de cintas para muitos diversos usos.

 

Na composição ou estrutura da banda, pode variar o numero de capas e as distintas qualidades de revestimento segundo o uso em cada tipo de industria (resistência a fogo, óleos e lixos, productos químicos, resistência à tensão, deslisamento, etc.). Recordemos que uma cinta transportadora pode mover desde materiais abrasivos ou cortantes (areias, cascalho, etc.) como productos mais delicados (fruta).

 

Igualmente as cintas podem variar em largura e grossura segundo a capacidade de carga. As bandas tambem podem fabricar-se com distintas cores ou desenhos (raios e marcas) para ajudar na automatização de procesos; e a sua supreficie pode apresentar distinta rogusidade ou inclusive relevo para evitar que as mercadorias resvalem ou rodem, assim como para permitir movimentações com distintos ângulos de inclinação sem que os materiais caiam (desde inclinações suaves, 15°,até mais marcada, 45°).

 

  1. Transmissão: tambores e motor

Os tambores ou poleias

Os tambores são rolos que, com o seu giro, provocam o alcance da cinta debido à fricção desta sobre os tambores (transmisión de banda), ou por ação dos pinhões e bandas dentadas (transmissão de Correia). Em um esquema geral da transmissão de uma cinta transportadora de banda temos que o movimiento se géra no tambor motriz que irá conectado ao motor. Por sua vez, o tambor de reenvío provocará o retorno da banda até à parte superior. Os tambores de inflexão situam-se na parte inferior da banda à saida do tambor motriz e da entrada do tambor de reenvío para modificar o ângulo de saida e entrada destes. Desta forma acessegura-se que a supreficie da banda que entra em contacto com os produtos sejam optimos para conseguir assim o máximo rendimento e eficiencia. Tambem podem situar-se por debaixo da cinta os tambores de desvío que se encargam de dirigi-la até ao tambor de tensão para manter a correta tensão da banda. Ademais dos mensionados e dependendo do tipo de uso da cinta, pudemos encontrar otros tipos de tambores com distinta funcionalidade, por exemplo em cintas transportadoras com ángulos de elevação.

Motor

Segundo a localização do tambor motriz pudemos encontrar motorização na cabeça ou frontal e motorização central. A potencia e características do motor dependerão do tipo de cinta e do uso. Igualmente, a capacidade de automação do seu funcionamento será um aspeto muito importante em alguns sistemas de produção.

  1. A estrutura

Os bastidores sobre os quais se monta e desloca a banda, estão formados por uma estrutura normalmente metálica (aço pintado, zincado, aço inox, etc.). Esta pode variar em longitude, altura e forma (cintas em curva); asim como permitir o acesso para a manipulação de operários sobre o material transportado. Este chassi pode incorporar as guias de deslizamento, ademáis de carris laterais ou guias de plástico nos lados para acompanhar a cinta no seu cumprimento. Sobre a estrutura acopula-se e montam-se todos os elementos principais da cinta, assim como os sistemas de acessórios que aportam fiabilidade ao sistema completo. A estrutura debe ser resistente e proporcionar fiabilidade e durabilidade ao sistema, permitindo o optimo funcionamento da cinta em distintas condições ambientais de uso: resistência à humidade, temperatura, oxidação, resistência a golpes acidentais, etc.

Ademais dos componentes básicos relacionados com o movimento, uma cinta transportadora conta com um importante número de sistemas accesórios que asseguram a estabilidade do movimento, ademais de ter versatilidade e adaptação aos distintos tipos de carga.

Alguns elementos accesórios…

  • Estações de impacto com estruturas preparadas para a receção de carga.
  • Estações auto-centrantes para a recolocação de uma cinta.
  • Sistemas para transporte plano ou em canal.
  • Estações autolimpadoras de retorno: raspadores e limpadores para eliminar restos e limpar a banda antes de seu retorno.
  • Sistemas para o ajuste da tensão: permitem o ajuste dos tambores.
  • Sistemas de automatização: sensores electrónicos para a regulação de velocidade, paragem e inicio, com o fim de manter um fluxo continuo e sincronizado de trabalho da cinta transportadora mediante um software de gestão.

Os transportadores de banda ou cintas transportadoras são elementos fundamentais na industrial atual. O correto funcionamiento das cintas transportadoras pode chegar a ser decisivo na eficácia da cadeia de produção completo e a logística de um armazem.

Ainda que o principio de funcionamento é geral para todas elas, trata-se de um sistema muito versátil, pois existe uma grande variedade de transportadores de banda (planos, ascendentes, con infleções, curvos, espirais de baixa e alta velocidade) assim como distintas opções de fabrico, o que permite adaptar o seu funcionamento ao transporte e manipulação de quase qualquier tipo de produto.

Compartir:
Otras entradas:
Roltia

Errores comunes al seleccionar rodillos transportadores y cómo evitarlos

As cintas transportadoras junto com os transportadores de rolos têm uma função fundamental para uma movimentação eficiente de todo tipo de materiais ou mercadorias dentro de uma unidade de produção, de um armazem industrial ou qualquer empresa logística. O que são e como funcionam as cintas transportadoras? As cintas transportadoras, tambem conhecidas como transportadores de … Ver más

Blog categoria
Ver más
Roltia

El papel de la inteligencia artificial en la optimización de procesos de fabricación de rodillos industriales

As cintas transportadoras junto com os transportadores de rolos têm uma função fundamental para uma movimentação eficiente de todo tipo de materiais ou mercadorias dentro de uma unidade de produção, de um armazem industrial ou qualquer empresa logística. O que são e como funcionam as cintas transportadoras? As cintas transportadoras, tambem conhecidas como transportadores de … Ver más

Blog categoria
Ver más
Roltia

Tecnologías de inspección y control de calidad en la producción de rodillos industriales

As cintas transportadoras junto com os transportadores de rolos têm uma função fundamental para uma movimentação eficiente de todo tipo de materiais ou mercadorias dentro de uma unidade de produção, de um armazem industrial ou qualquer empresa logística. O que são e como funcionam as cintas transportadoras? As cintas transportadoras, tambem conhecidas como transportadores de … Ver más

Blog categoria
Ver más
Roltia

Soluciones sostenibles: Nuestro compromiso con la fabricación ecológica de rodillos industriales

As cintas transportadoras junto com os transportadores de rolos têm uma função fundamental para uma movimentação eficiente de todo tipo de materiais ou mercadorias dentro de uma unidade de produção, de um armazem industrial ou qualquer empresa logística. O que são e como funcionam as cintas transportadoras? As cintas transportadoras, tambem conhecidas como transportadores de … Ver más

Blog categoria
Ver más